Relatório CDR 2021: Defesa Contra Ameaças Cibernéticas

O relatório anual Cyberthreat Defense Report (CDR) da CyberEdge oferece uma visão profunda das mentes dos profissionais de segurança de TI.



A pesquisa está em seu oitavo ano e mostra as percepções de 1.200 tomadores de decisão e profissionais de segurança de TI, todos de organizações com mais de 500 funcionários, representando 17 países e 19 setores diferentes.


Principais destaques do Cyberthreat Defense Report (CDR) 2021


Postura de Segurança Atual

  • Ataques cibernéticos bem-sucedidos tiveram o maior crescimento dos últimos seis anos. Em 2014, 62% das organizações pesquisadas foram comprometidas por ataques cibernéticos. Esse ano o número subiu para 86% (5,5% a mais do que em 2020, crescimento recorde da série histórica).

  • O pessimismo é o novo normal. Oito anos atrás, 38% das organizações pesquisadas achavam que era mais provável que sua empresa fosse comprometida por um ataque cibernético no ano seguinte. Infelizmente, esse número dobrou para 76%.

  • O elo mais fraco: dispositivos móveis. Após um aumento na adoção de políticas de WFH e BYOD, os dispositivos móveis são classificados como os mais difíceis de proteger.