Durante a pandemia, ataques de DDoS saltam 524%

Atualizado: 22 de Jul de 2021

Com muitos funcionários de escritório trabalhando em casa, a rede se tornou o principal elo entre os indivíduos e seus empregos.


Infelizmente, isso significa que os efeitos dos ataques DDoS (Negação de serviço distribuída) - cargas em larga escala que enchem as redes com aplicativos da Web usando tráfego falso - são multiplicados. Antes, os ataques DDoS afetavam amplamente os usuários que navegavam em sites usando redes públicas, mas agora os ataques DDoS podem impedir que os colaboradores da sua empresa consigam trabalhar. Então fica a pergunta, como as empresas podem responder a este novo cenário?


VEJA TAMBÉM: Caso SolarWinds: Mais de 1000 devs participaram de ataque que expôs 18.000 empresas


Os ataques DDoS estão crescendo em frequência, complexidade e gravidade. No primeiro trimestre de 2020, os ataques DDoS aumentaram 524% em relação ao quarto trimestre de 2019 e 278% em relação ao primeiro trimestre de 2019.


Olhando para os números, podemos ver que o pico mais recente de ataques DDoS é essencialmente a crista de uma grande onda que começou em 2019, um ano em que os ataques DDoS aumentaram 967% em relação ao ano anterior.


Não apenas houve um aumento no número geral de ataques DDoS, mas também o tamanho desses ataques. O tamanho de um ataque DDoS é medido na taxa de transferência, ou seja, a quantidade de dados indesejados que são canalizados para um destino. Em junho de 2020, a gigante Amazon anunciou que enfrentou com sucesso o mai