top of page
  • Foto do escritorInternational IT

Zero Trust na Proteção de Redes e Data Centers

Atualizado: 28 de nov. de 2023

As ameaças de cibersegurança que as organizações de todos os tamanhos precisam enfrentar são complexas, persistentes e estão em constante mudança. Entregar defesas adequadas requer uma estratégia de cibersegurança em várias camadas. O Zero Trust (Confiança Zero) surgiu como um componente fundamental do conjunto de soluções modernas de cibersegurança.


O Zero Trust não é uma abordagem que possa ser alcançada comprando um único produto que alega fornecê-la. Em vez disso, é uma abordagem que precisa ser compreendida e implementada de maneiras complementares em todos os sistemas de TI de uma organização.




O que é o Zero Trust?


O Zero Trust é uma estratégia de segurança que se baseia no princípio fundamental de que não se deve confiar em nenhuma solicitação, usuário ou dispositivo, independentemente de estar dentro ou fora da rede. Ao contrário dos antigos modelos de segurança baseados em perímetros, em que a confiança é concedida uma vez que o usuário ou dispositivo entra na rede interna, o Zero Trust adota uma postura de desconfiança desde o início, validando cada interação individualmente.


Os pilares do Zero Trust


  • Identidade e Autenticação Multifatorial (MFA): A identidade do usuário torna-se o ponto focal da estratégia Zero Trust. O MFA adiciona camadas extras de proteção, exigindo que os usuários forneçam múltiplos elementos de prova para confirmar sua identidade, dificultando assim o acesso de possíveis intrusos.

  • Microsegmentação: A microsegmentação divide a rede em pequenas zonas, permitindo uma segmentação granular e restrições rigorosas para limitar o acesso apenas ao que é necessário para cada usuário ou serviço. Dessa forma, mesmo que um invasor comprometa uma parte da rede, ele terá acesso limitado a outros segmentos, mitigando o impacto de possíveis ataques.

  • Políticas de Acesso com base em Contexto: A implementação de políticas de acesso que levam em consideração o contexto da solicitação, como localização, dispositivo utilizado, nível de privilégio e comportamento histórico do usuário, é uma característica essencial do Zero Trust. Essa análise contextual ajuda a determinar se uma solicitação é legítima ou suspeita.


Aplicação do Zero Trust a Redes e Data Centers


  • Zero Trust na Rede Perimetral: Em vez de confiar exclusivamente em firewalls e VPNs para proteger a rede, o Zero Trust exige a verificação contínua da identidade e do contexto de cada usuário ou dispositivo antes de permitir o acesso a recursos internos.

  • Proteção de Dados Sensíveis: Com o Zero Trust, os dados sensíveis armazenados nos data centers são protegidos com base nas políticas de acesso estabelecidas. Mesmo que um atacante ganhe acesso à rede, o acesso a dados críticos só é permitido a usuários autorizados.

  • Monitoramento Contínuo e Detecção de Anomalias: O modelo Zero Trust enfatiza o monitoramento contínuo de atividades e o uso de análise comportamental para detectar atividades suspeitas. Isso permite respostas rápidas a ameaças potenciais antes que elas causem danos.


Zero Trust e NDR com Flowmon


O modelo Zero Trust é uma abordagem revolucionária na área de cibersegurança, e para sua implementação eficaz, é essencial contar com ferramentas e soluções que ofereçam visibilidade, controle e análise avançada das redes. Nesse contexto, a solução Flowmon da Progress se destaca como uma poderosa aliada na aplicação do Zero Trust a redes e data centers.


1. Visibilidade de Rede Aprimorada


Uma das principais premissas do Zero Trust é conhecer profundamente a rede e todos os dispositivos e usuários que a acessam. A solução Flowmon da Progress oferece uma visão abrangente e detalhada do tráfego de rede em tempo real. Com recursos de monitoramento contínuo, é possível identificar ameaças e anomalias de forma proativa, mesmo em tráfego criptografado, permitindo uma resposta rápida a incidentes de segurança.


2. Identificação de Comportamentos Anômalos


O Zero Trust exige a capacidade de detectar comportamentos suspeitos que possam indicar atividades maliciosas. A solução Flowmon emprega análise comportamental avançada, utilizando machine learning e inteligência artificial para identificar padrões anômalos de tráfego e comportamento de usuários. Ao detectar atividades não autorizadas, a solução pode tomar ações imediatas, como bloqueio de acesso ou notificação de equipe de segurança.


3. Monitoramento e Relatórios Detalhados


A solução Flowmon da Progress oferece recursos de monitoramento contínuo e relatórios detalhados sobre a saúde da rede, tráfego, anomalias, eventos de segurança e tendências. Essas informações são fundamentais para tomar decisões embasadas na implementação e aprimoramento contínuo do modelo Zero Trust. Além disso, os relatórios detalhados auxiliam na demonstração de conformidade com regulamentações e normas de segurança.


Visualize o tráfego de rede, identifique problemas e evite ataques cibernéticos


O Flowmon permite que você identifique a causa raiz dos problemas, oferece visibilidade completa da rede e detecta ameaças de segurança com facilidade, graças ao seu mecanismo de Inteligência Artificial (IA) e flexibilidade incomparável.


Obtenha uma solução repleta de recursos com excelente suporte.

  • Maximize o investimento: O Flowmon é até 500 vezes mais escalável do que a análise de pacotes.

  • Compatibilidade de dados: Compatível com todos os ambientes para integração perfeita.

  • Suporte premiado: Atendimento 24 horas por dia, 7 dias por semana, com classificação 5/5 no Gartner Peer Insights.


Para saber mais sobre como podemos fortalecer a segurança de sua infraestrutura de TI, entre em contato conosco hoje mesmo.


Transforme seu Negócio com Tecnologia de Ponta: Agende sua Tech Demo!

Comments


Nos acompanhe nas redes sociais!

1200X628 - SAND.png
1200X628 -NOC.png

Ver todos os materiais gratuitos

bottom of page