top of page
  • Foto do escritorInternational IT

Ransomware: Segunda maior emissora de TV dos EUA sai do ar após ataque

Atualizado: 5 de dez. de 2023

A Sinclair Broadcast Group, que opera dezenas de estações de TV nos EUA, divulgou um comunicado informando que alguns de seus servidores e estações de trabalho foram criptografados com ransomware e que dados foram roubados da sua rede.




A empresa sediada em Maryland possui 21 redes regionais de esportes e opera ou oferece serviços para 185 estações de televisão em 86 mercados, cobrindo 40% dos lares americanos.


Alguns canais permaneceram no ar mesmo após o ataque ransomware. Isso foi possível porque o sistema de transmissão chamado de “controle mestre” não foi afetado, o que permitiu à Sinclair substituir a programação local por uma transmissão nacional. No comunicado, a empresa afirma:


O evento causou (e pode continuar a causar) interrupção em partes dos negócios da empresa, incluindo certos aspectos de seu fornecimento de anúncios por suas estações de transmissão locais em nome de seus clientes.

Além disso, as redes operacionais da empresa ficaram fora do ar, dificultando a comunicação entre os funcionários, com e-mails e linhas telefônicas também sendo atingidos.


Ransomware é um tipo de software malicioso que os cibercriminosos usam para bloquear o acesso aos dados das vítimas afetadas. Os sequestradores digitais criptografam os arquivos, adicionam extensões aos dados atacados e os mantêm “reféns” até que o resgate exigido seja pago.



Alguns casos recentes de ransomware direcionados a infraestrutura crítica das empresas que ganharam grande repercussão foram SolarWinds, Microsoft, Colonial Pipeline, JBS, Atento e Kaseya.


Fontes: NPR e Olhar Digital

 



Comments


Nos acompanhe nas redes sociais!

1200X628 - SAND.png
1200X628 -NOC.png

Ver todos os materiais gratuitos

bottom of page